Última hora

Última hora

Migrantes: Centenas de migrantes evadem-se de centro na ilha grega de Chios em protesto contra acordo entre UE e Turquia

Centenas de pessoas evadiram-se, esta sexta-feira, de um centro de processamento para migrantes, na ilha grega de Chios. Protestam porque não querem

Em leitura:

Migrantes: Centenas de migrantes evadem-se de centro na ilha grega de Chios em protesto contra acordo entre UE e Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de pessoas evadiram-se, esta sexta-feira, de um centro de processamento para migrantes, na ilha grega de Chios. Protestam porque não querem voltar para a Turquia.

Point of view

Vamos repetir a nossa viagem, uma e outra vez, se necessário, porque estamos a fugir para salvar as nossas vidas.

O acordo entre a União Europeia e Ancara estipula que todos os migrantes que chegaram às ilhas gregas ilegalmente, depois de 20 de março, serão reenviados para a Turquia.

Os migrantes não aceitam.

“A deportação é um grande erro, porque arriscámos muito para chegar aqui, especialmente na travessia entre a Turquia e a Grécia. Fomos contrabandeados da Turquia para aqui. Não podemos voltar para trás. Vamos repetir a nossa viagem, uma e outra vez, se necessário, porque estamos a fugir para salvar as nossas vidas. Não à Turquia. Não à Grécia. Queremos ir para a Alemanha, para a Áustria”, reclama um sírio.

Em Chios, na Grécia, estão cerca de 1500 migrantes que chegaram à ilha depois da data estipulada. Correm agora o risco de começar a viagem de volta à Turquia, já a partir da próxima semana.

Antes do acordo, os migrantes chegavam às ilhas gregas e podiam apanhar o barco em direção ao continente, onde podiam continuar o caminho, por terra, rumo à Europa Central.