Última hora

Última hora

Jorge Fonseca falha bronze por lesão

Chegou ao fim o Grande Prémio de Samsun, na Turquia, e os portugueses em ação no último dia tiveram ambos de se contentar com o quinto lugar. Yahima

Em leitura:

Jorge Fonseca falha bronze por lesão

Tamanho do texto Aa Aa

Chegou ao fim o Grande Prémio de Samsun, na Turquia, e os portugueses em ação no último dia tiveram ambos de se contentar com o quinto lugar. Yahima Ramirez foi derrotada no combate de atribuição da medalha de bronze nos -78 kg, e Jorge Fonseca, que também procurava o bronze nos -100 kg, nem sequer chegou a subir ao tatami devido a uma lesão no joelho.

A grande estrela do dia foi Teddy Riner. O francês confirmou o favoritismo em Samsun e conquistou a medalha de ouro nos +100 kg ao derrotar na final o georgiano Levani Matiashvili por waza-ari. Riner prolongou assim a sua impressionante série vitoriosa, já com mais de 80 vitórias consecutivas, a maioria por ippon. Desde 2010 que não conhece o sabor da derrota.

Nos -100 kg, a medalha de ouro foi arrebatada por Beka Gviniashvili, naquele que foi o seu primeiro triunfo desde que subiu de categoria. Um yuko foi quanto bastou para o georgiano, campeão do mundo de juniores nos -90 kg, levar de vencida Rafael Buzacarini no combate decisivo. O brasileiro continua em busca da primeira vitória num Grande Prémio.

A final dos -90 kg, entre o russo Khusen Khalmurzaev e o azeri Mammadali Mehdiyev foi bastante tática e após o tempo regulamentar, quem teve motivos para sorrir foi o judoca proveniente da Rússia. Khalmurzaev aproveitou as penalizações do seu adversário para subir ao lugar mais alto do pódio pela primeira vez na carreira numa grande prova internacional.

Nas senhoras, a competição foi dominada pelas francesas, que conquistaram quatro medalhas de ouro e três de prata em sete categorias. Numa final cem por cento gaulesa, Madeleine Malonga levou a melhor sobre Audrey Tcheumeo para garantir o triunfo nos -78 kg.

Nos +78 kg, venceu JiYoun Kim. A sul coreana derrotou na final Melissa Mojica. A porto-riquenha de 32 anos, 26ª classificada do ranking mundial acabou por ser a verdadeira surpresa do dia. Depois de deixar pelo caminho algumas das principais favoritas, acabou por ser derrotada no combate decisivo. Ainda assim, fez o suficiente para subir ao pódio numa grande prova internacional pela primeira vez desde que conquistou a medalha de prata no Grand Slam de Moscovo em 2012.