Última hora

Última hora

Espanha: Mariano Rajoy quer acabar com a "siesta"

Estarão os espanhóis prontos a abandonar a tradicional “siesta”? A questão ressurge em Espanha com a proposta de Mariano Rajoy, o ainda

Em leitura:

Espanha: Mariano Rajoy quer acabar com a "siesta"

Tamanho do texto Aa Aa

Estarão os espanhóis prontos a abandonar a tradicional “siesta”? A questão ressurge em Espanha com a proposta de Mariano Rajoy, o ainda primeiro-ministro, que parece antecipar eventuais eleições em junho.

Point of view

Vou encontrar um consenso para estabelecer que o dia de trabalho termina sempre às 18 horas.

Rajoy quer suprimir as tradicionais três horas de pausa de almoço para melhorar a produtividade e reduzir o dia de trabalho.

Atualmente, os espanhóis trabalham entre as 10h e as 20h, com uma pausa entre as 14h e as 17 horas.

O líder do PP fez a proposta numa conferência em Sevilha. Mariano Rajoy defendeu: “A racionalização dos horários de trabalho das empresas e instituições espanholas é extremamente importante. Eu vou encontrar um consenso para estabelecer que o dia de trabalho termina sempre às 18 horas”.

A “siesta” permitia aos trabalhadores agrícolas descansarem durante as horas mais quentes do dia.

Para lá do fim da sesta, Rajoy defende também a mudança do fuso horário do Meridiano de Greenwich, para se acertar com Portugal e Reino Unido.

Em 1942, o ditador Franco adiantou o relógio uma hora para se alinhar com a hora de Berlim e Roma, ou seja, com Hitler e Mussolini.