Última hora

Última hora

Sede da UEFA alvo de buscas

Em leitura:

Sede da UEFA alvo de buscas

Sede da UEFA alvo de buscas
Tamanho do texto Aa Aa

(em atualização)

O quartel-general da UEFA, em Nyon, foi esta quarta-feira alvo de buscas poucas horas depois do nome do novo presidente da FIFA ter sido envolvido no escândalo ‘Panama Papers’ por contratos de direitos televisivos que Gianni Infantino assinou com dois foragidos da justiça quando trabalhava para o organismo que rege o futebol europeu.

Em comunicado, depois de o seu nome ter sido implicado, Infantino negou ter cometido “qualquer ilegalidade” durante o tempo em que foi responsável pelo departamento jurídico da UEFA.

A UEFA já confirmou a rusga da polícia helvética e afirma ter colaborado com as autoridades. Em comunicado, o organismo afirma que a polícia federal, em posse de um “mandado de busca, pediu para ver os contratos firmados com a Cross Trading / Teleamazonas”, a empresa de Hugo e Mariano Jinkis, que alegadamente compraram os direitos de transmissão televisiva por cerca de 97.500 mil euros e os revenderam por mais de 273.000 euros.

Hugo e Mariano Jinkis são também acusados de subornos pela justiça norte-americana, no quadro do escândalo de corrupção que abalou a FIFA e estão a tentar evitar a extradição da Argentina para os Estados Unidos.