Última hora

Última hora

"Cholita Doll" a Playmobil boliviana

Em leitura:

"Cholita Doll" a Playmobil boliviana

Tamanho do texto Aa Aa

“Cholita Doll” é um dos destaques da exibição organizada pelo clube dos colecionadores Playmobil, que vai estar patente no Museu Costumbrista Juan de

“Cholita Doll” é um dos destaques da exibição organizada pelo clube dos colecionadores Playmobil, que vai estar patente no Museu Costumbrista Juan de Vargas até 30 de abril, em La Paz, na Bolívia. A exposição apresenta mais de 1.000 brinquedos antigos produzidos pela empresa alemã. “Cholita Doll” é uma boneca indígena criada pelo colecionador Enrique Montoya.

“Criei a Cholita no ano passado. Enquanto criava a página de Facebook dos Collectors Club, percebi que não havia um ícone para nos representar. Fizemos o desenho de um brinquedo no ano passado, e este ano concretizei a ideia da Cholita, que adaptei. A Cholita representa-nos. Não nos esqueçamos de que a Bolívia é multicultural em vários aspetos. É um dos nossos lados, dos da maior parte dos residentes de La Paz, porque a nossa Cholita usa vermelho e verde”, refere Montoya.
“Criá-la não foi difícil. Já tinha o desenho. Foi uma questão simples de adaptar as peças, as ideias. Partilhei os meus pensamentos com alguns amigos e deram-me ideias de como a fazer porque não sou muito habilidoso com as mãos. Deram-me ideias e como conheço os Playmobil fui criando cada boneca com as características que precisava e obtive a Cholita. Pintei-a com óleos e usei uma faca quente para que estes se adaptassem”, acrescenta.

Enrique Montoya quer enviar o brinquedo a Geobra Brandstatter, uma produtora de Zirndorf, na Alemanha, mas decidiu primeiro usá-la como inspiração para outros colecionadores. As figuras Playmobil são pequenas, mas o impacto cultural é enorme. A Playmobil foi comercializada pela primeira vez em 1974.