Última hora

Última hora

Índia: abertura de inquérito a incêndio mortífero em templo hindu

As autoridades indianas ordenaram a abertura de um inquérito para apurar as causas da explosão e incêndio num templo hindu do Estado de Kerala, que

Em leitura:

Índia: abertura de inquérito a incêndio mortífero em templo hindu

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades indianas ordenaram a abertura de um inquérito para apurar as causas da explosão e incêndio num templo hindu do Estado de Kerala, que fez mais de uma centena de mortos e 300 feridos.

Segundo responsáveis locais, tinha sido proíbido o uso de material pirotécnico por razões de segurança, mas os organizadores da celebração festiva decidiram recorrer na mesma a fogo de artifício, sob pressão da multidão.

Um residente afirma que “foram usados mais de 150 quilos [de material explosivo], sem qualquer licença para lançar este tipo de fogo de artifício”.

Os responsáveis do templo afirmam que a interdição apenas cobria a realização de um concurso pirotécnico e não o uso do material em si.

Outro residente diz que “houve um grande número de feridos, quase todos os que estavam à volta ficaram feridos”.

Depois de visitar Paravur, a localidade costeira onde ocorreu a tragédia, e os feridos transportados para os hospitais locais, o primeiro-ministro Narendra Modi, classificou o incidente como um “choque […] difícil de descrever em palavras”.