Última hora

Última hora

Wolfgang Schäuble quer criar uma "lista negra internacional única" para combater evasão fiscal

O ministro alemão das Finanças quer combater os paraísos fiscais. Wolfgang Schäuble pretende criar uma “lista negra internacional única” onde

Em leitura:

Wolfgang Schäuble quer criar uma "lista negra internacional única" para combater evasão fiscal

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro alemão das Finanças quer combater os paraísos fiscais.

Wolfgang Schäuble pretende criar uma “lista negra internacional única” onde constem empresas e países que não respeitem as regras em matéria fiscal. Propõe, ainda, que as organizações não-governamentais e os jornalistas tenham acesso à informação nos mesmos moldes das autoridades do fisco.

“Temos de internacionalizar os padrões de registo e de informações. Ao ligarmos, internacionalmente, esses registos, ao partilharmos a informação, conseguimos reduzir, significativamente, a margem de manobra desses modelos abusivos. Já aconteceu muita coisa mas isto vai ser intensificado” informa Schäuble.

A Nova Zelândia diz estar disponível para alterar a legislação de combate à evasão fiscal.

O país surgiu nos documentos da Mossack Fonseca, divulgados pela imprensa internacional, como um paraíso fiscal, utilizado por empresas e políticos estrangeiros para movimentação de capital.

O Governo pediu ao fiscalista John Shewen para que analisar a legislação do país para que se possam fazer melhorias. O relatório estará concluído no final de junho.

“Estamos abertos a considerar alterações às leis de divulgação. Pedimos ao Sr. Shewen para analisar de forma rigorosa e independente o atual regime para perceber se está apto para esse objetivo”, afirmou o primeiro-ministro, John Key.

Em 2014 o departamento de Finanças recomendou uma reforma legislativa com o objetivo de rever a tributação dos fundos estrangeiros a operar na Nova Zelândia.