Última hora

Última hora

Coreia do Sul: Conservadores perdem eleições legislativas

Na Coreia do Sul, o partido Saenuri da Presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, perdeu as eleições legislativas, contra todas as previsões. Os

Em leitura:

Coreia do Sul: Conservadores perdem eleições legislativas

Tamanho do texto Aa Aa

Na Coreia do Sul, o partido Saenuri da Presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, perdeu as eleições legislativas, contra todas as previsões.
Os conservadores não só não conseguiram conquistar uma nova maioria absoluta como ficaram mesmo atrás do Minjoo, o maior grupo de oposição.

O Minjoo conquistou 123 assentos, dos 300 da Assembleia Nacional enquanto o Saenuri garantiu 122. O Partido Popular vai ocupar 38 lugares.

O líder do partido vencedor, Kim Chong-In, garante que “é justo que o governo seja punido pelos votos uma vez que não consegue resolver os problemas do povo. Este é o poder do voto, que é mais forte que o de uma bala”.

O partido do governo vai agora ter muito mais dificuldade em avançar com todas reformas que tinha previsto e vai ter de encontrar um novo líder. Kim Moo-Sung no final da contagem dos votos afirmou: “vou apresentar a minha demissão da liderança do partido. Assumo todas as responsabilidades por esta derrota eleitoral. Quero aproveitar para agradecer a todos os membros do partido e a todos os que nos apoiaram”.

O resultado destas legislativas é também um duro golpe para a presidente Park Geun-hye que vê assim comprometidas as possibilidades concretizar a transformação do modelo económico do país, como prometeu em 2012, quando foi eleita. Além disso, será cada vez mais difícil a reeleição dos conservadores nas presidenciais marcadas para o próximo ano.