Última hora

Última hora

Em leitura:

A Bíblia poderá ser mais antiga do que se pensava


science

A Bíblia poderá ser mais antiga do que se pensava

A Bíblia poderá ser mais antiga do que se pensava. Investigadores israelitas analisaram as inscrições em cerâmicas encontradas no forte de Arad, que datam de 600 anos antes de Cristo. Esses textos não fazem parte do Antigo Testamento, mas, sugerem que, no reino de Judá, um número elevado de pessoas já sabia ler e escrever.

“Verificámos o número de pessoas responsáveis por dezasseis inscrições militares e descobrimos seis escritas diferentes. Todas as posições militares de comando sabiam escrever, o que significa que existia uma espécie de sistema educativo em Judá. O nível de literacia da população era superior ao que se pensava anteriormente, o que coloca questões ao nível da datação dos textos bíblicos”, afirmou Israel Finkelstein, professor de Arqueologia da Universidade de Telavive.

A equipa de investigadores israelitas inclui arqueólogos, historiadores e matemáticos. O estudo baseia-se em algoritmos e na análise de imagens multiespectrais. O maior desafio para os cientistas é conseguir ler os textos, já que a maioria dos documentos está em mau estado.

“No nosso projeto, lidamos com textos muito antigos que estão deteriorados. Por exemplo, nesta carta, não conseguimos ver bem as letras. O primeiro passo é reconstruir as letras e só depois começa o trabalho de identificação e análise dos diferentes autores”, explicou Arie Shaus, investigador e estudante de doutoramento, na Universidade de Telavive.

Tendo em conta que até as baixas patentes sabiam ler por volta do ano 600 antes de Cristo, os cientistas concluem que a Bíblia podia ser lida nessa altura, duzentos anos antes do que se pensavam anteriormente.

A investigação da Universidade de Telavive foi publicada na revista científica Proceedings of the National Academies of Sciences.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
Hawking e Zuckerberg querem conhecer o sistema solar vizinho

science

Hawking e Zuckerberg querem conhecer o sistema solar vizinho