Última hora

Última hora

"Explosão de autocarro em Jerusalém foi um ataque terrorista", garante Benjamin Netanyahu

A polícia de Jerusalém não tem dúvidas e o primeiro-ministro israelita também não: a explosão de uma bomba no interior de um autocarro, que ocorreu

Em leitura:

"Explosão de autocarro em Jerusalém foi um ataque terrorista", garante Benjamin Netanyahu

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia de Jerusalém não tem dúvidas e o primeiro-ministro israelita também não: a explosão de uma bomba no interior de um autocarro, que ocorreu esta segunda-feira, foi um ataque terrorista.
O rebentamento provocou, pelo menos, 21 feridos. O autocarro seguia vazio mas a explosão acabou por incendiar um outro que estava perto.

O chefe do governo israelita, Benjamin Netanyahu, numa declaração feita pouco tempo depois do ataque, desejou as melhoras aos feridos e garantiu que “os responsáveis vão ser encontrados, tanto os que prepararam a bomba como quem ordenou o atentado. Netanyahu disse mesmo que vai “acertar contas com os terroristas”.

A explosão ocorreu perto da zona que que separa o setor ocidental da cidade, israelita, do setor oriental, palestiniano e, de acordo com a polícia local, a bomba foi colocada na parte de trás do veículo. As autoridades colocam ainda a hipótese do explosivo ter sido transportada por uma das pessoas que se encontra ferida com gravidade.