Última hora

Última hora

Feira de Arte de Colónia celebra meio século e o número de visitantes aumenta

Em leitura:

Feira de Arte de Colónia celebra meio século e o número de visitantes aumenta

Tamanho do texto Aa Aa

A Feira de Arte de Colónia celebrou, este ano, meio século. A edição 2016 decorreu em abril e reuniu 218 galerias de 24 países. Num só espaço, é

A Feira de Arte de Colónia celebrou, este ano, meio século. A edição 2016 decorreu em abril e reuniu 218 galerias de 24 países.

Point of view

Para poder ver tantas galerias e tantas obras de arte, num só local, o público teria de viajar durante meses.

Num só espaço, é possível contemplar o trabalho de artistas do mundo inteiro. Para o diretor do evento alemão trata-se de uma oportunidade única.

“Para poder ver tantas galerias e tantas obras de arte, num só local, o público teria de viajar durante meses”, sublinhou Daniel Hug, diretor do evento.

Lançada em 1967, a Feira de Arte de Colónia é a mais antiga do mundo. Para assinalar o aniversário, foram expostas 50 obras exibidas no primeiro ano do evento.

O artista norte-americano Richard Jackson criou uma obra efémera ao longo dos três dias do evento.

“É sempre importante mostrar o nosso trabalho. porque há muitos visitantes aqui. Trata-se de uma obra temporária. Quando o evento terminar, é deitada fora”, disse o artista plástico californiano.

O número de visitantes aumentou em relação ao ano passado. Em 2016 o evento alemão recebeu sessenta mil pessoas, mais dez mil do que em 2015.

A feira de Arte de Colónia decorreu entre 14 e 17 de abril.