Última hora

Última hora

Fraudes na medição de poluentes em 16 marcas de automóveis alemãs

O escândalo Volkswagen transformou-se num caso de enormes proporções e atinge quase toda a indústria automóvel alemã. Esta sexta-feira, os principais

Em leitura:

Fraudes na medição de poluentes em 16 marcas de automóveis alemãs

Tamanho do texto Aa Aa

O escândalo Volkswagen transformou-se num caso de enormes proporções e atinge quase toda a indústria automóvel alemã.

Esta sexta-feira, os principais fabricantes alemães aceitaram chamar às oficinas milhares de veículos para alterar o sistema de medição de emissões poluentes incorporado nos motores diesel.

As autoridades detetaram fraudes em 16 marcas de carros. O ministro dos transportes da Alemanha, Alexander Dobrindt, anunciou que os fabricantes de automóveis vão chamar às oficinas, de forma voluntária, 630 mil veículos produzidos na Europa.

Entretanto, a Volkswagen aumentou o valor das provisões para fazer face aos encargos com processos judiciais e indemnizações, na sequência de um acordo com o departamento de justiça norte-americano.

O presidente da Volkswagen, Matthias Mueller, fez saber que o impacto negativo das provisões nas contas da empresa ronda os 16,2 mil milhões de euros.

Nos Estados Unidos, a empresa alemã vai pagar 4400 euros a cada cliente e equipar os veículos com um novo sistema de medição de poluentes.