Última hora

Última hora

"Dieselgate": Dezasseis novas marcas implicadas

Uma investigação realizada na Alemanha depois do escândalo dos motores adulterados da Volkswagen revelou irregularidades em 16 marcas de veículos

Em leitura:

"Dieselgate": Dezasseis novas marcas implicadas

Tamanho do texto Aa Aa

Uma investigação realizada na Alemanha depois do escândalo dos motores adulterados da Volkswagen revelou irregularidades em 16 marcas de veículos, entre elas cinco alemães, além da francesa Renault e das japonesas Suzuki e Nissan.

Dois grandes nomes do setor, a Daimler, fabricante da Mercedes-Benz, e a Mitsubishi, também foram atingidas nos últimos dias por novas repercussões do caso.

Alguns motoristas acusam o grupo de ter instalado um dispositivo em alguns veículos a diesel “limpo” para se esquivarem das normas contra a poluição dos Estados Unidos.

A associação alemã de defesa do consumidor explica:
“Nós vimos a ponta do iceberg com VW. Mitsubishi admitiu que eles também se enganaram e que houve erros. Possivelmente mais fabricantes de automóveis abusaram de brechas legais e consentiram mais emissões do que o esperado. Os políticos estão a fazer o suficiente? Não, não estão.”

Ontem o ministro dos Transportes alemão confirmou que cerca de 630.000 veículos dos fabricantes alemães serão chamados devido a irregularidades nos níveis de emissão de gases poluentes.