Última hora

Última hora

ONG retoma resgates em alto mar face a nova vaga de refugiados no Mediterrâneo

A organização Médicos Sem Fronteiras resgatou 308 refugiados no mar Mediterrâneo, depois de anunciar a retoma das suas operações de salvamento na

Em leitura:

ONG retoma resgates em alto mar face a nova vaga de refugiados no Mediterrâneo

Tamanho do texto Aa Aa

A organização Médicos Sem Fronteiras resgatou 308 refugiados no mar Mediterrâneo, depois de anunciar a retoma das suas operações de salvamento na região.

Os migrantes, a maioria provenientes da Eritreia foram recuperados ao largo da Líbia pelo navio Dignity I da organização.

Os responsáveis da operação falam de um aumento do número de travessias na região com o regresso do bom tempo.

A ação da ONG relança as críticas à ação da UE no Mediterrâneo, quando, na frente grega, a rainha da Jordânia apelou a mais humanismo para com os refugiados ameaçados de deportação, na ilha de Lesbos:

“A responsabilidade desta crise não pode ser definida por regiões geográficas. Temos que voltar a falar de humanismo e compaixão, pois ao fim e ao cabo, estamos a falar de seres humanos e não apenas de fronteiras e acordos”.

A Áustria restabeleceu, entretanto, os controlos na fronteira com a Hungria, quando se prepara para anunciar na quarta-feira, medidas similares na zona do Tirol, na passagem para território italiano.

Viena, que mobilizou 720 militares para sopron, afirma que as operações têm por objetivo combater o tráfico de clandestinos.