Última hora

Última hora

Recordar Gallipoli

Madrugada de 25 de abril de 1915: tropas australianas e neozelandesas desembarcam numa pequena enseada na península de Gallipoli, território do Império Otomano que faz hoje parte da Turquia.

Em leitura:

Recordar Gallipoli

Tamanho do texto Aa Aa

Madrugada de 25 de abril de 1915: tropas australianas e neozelandesas desembarcam numa pequena enseada na península de Gallipoli, território do Império Otomano que faz hoje parte da Turquia.

Esta campanha durante a Primeira Guerra Mundial tem por objetivo controlar o Estreito de Dardanelos, que separa o Mar Egeu do Mar de Mármara e permitir aos Aliados avançar rumo a Constantinopla, a capital do império, hoje Istambul.

A praia do desembarque nesse 25 de Abril de 1915 é hoje oficialmente chamada de Anzac Cove, um acrónimo para a enseada onde assentaram arraiais as “Australian and New Zealand Army Corps”.

101 anos depois, o mundo recorda os cerca de 150.000 mortos nos oito meses de batalha pela península, uma campanha que acabou com a retirada dos Aliados, mas que também serviu de base à guerra da independência, que culminou oito anos depois com a criação da República da Turquia sob a égide de Kemal Ataturk.