Última hora

Última hora

Veículos híbridos e SUV em destaque no Salão Automóvel de Pequim

Os veículos híbridos e os utilitários desportivos (SUV) estão em destaque no Salão automóvel de Pequim. A Volkswagen revelou na capital chinesa o

Em leitura:

Veículos híbridos e SUV em destaque no Salão Automóvel de Pequim

Tamanho do texto Aa Aa

Os veículos híbridos e os utilitários desportivos (SUV) estão em destaque no Salão automóvel de Pequim.

A Volkswagen revelou na capital chinesa o SUV T-Prime Concept GTE, que conta com motorização plug-in híbrida. A marca alemã espera manter a forte tendência de venda, depois de ter registado vendas recorde no início do ano.

Mas a concorrência é feroz no maior mercado automóvel do mundo.

A Toyota anunciou também o lançamento de modelos híbridos específicos para a China em 2018. A produção local é uma hipótese.

As marcas locais multiplicam também os lançamentos

Yale Zhang, diretor de Auto Foresight, considera que há duas tendências no salão automóvel deste ano. Uma é os veículos com combustíveis alternativos. A outra é o carro conectado ou inteligente e, claro, cada construtor lança novos veículos utilitários desportivos, ou SUV”.

No ano passado, as vendas de SUV na China subiram 52% e as marcas chinesas representam 65% dos SUV vendidos.

Mas o crescimento do mercado chinês já não é o que era. No ano passado, as vendas de automóveis de todos os segmentos aumentaram 7,3%, longe dos dois dígitos de outros anos.

A desaceleração económica e a mudança de hábitos dos consumidores vão continuar a pesar. A consultora McKinsey estima que as vendas vão progredir cerca de 5% até 2020.

Mas os construtores automóveis têm margem de manobra.

Segundo dados do governo chinês, o país conta com 172 milhões de carros e 280 milhões de pessoas com carta de condução, ou seja, o equivalente a 13 carros por 100 pessoas. Nos Estados Unidos, o rácio é de 80 carros por 100 pessoas.