Última hora

Última hora

Alemanha: chefe dos serviços secretos afastado do cargo

O chefe dos serviços secretos alemães vai ser afastado do cargo dois anos antes do previsto, segundo informações avançadas por jornais locais e

Em leitura:

Alemanha: chefe dos serviços secretos afastado do cargo

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe dos serviços secretos alemães vai ser afastado do cargo dois anos antes do previsto, segundo informações avançadas por jornais locais e confirmadas à agência Reuters por fontes governamentais no anonimato.

As razões exatas para o afastamento de Gerhard Schindler, de 63 anos, que liderava o BND desde 2012, não foram avançadas.

Segundos os jornais alemães, o sucessor provável é Bruno Kahl, homem de confiança do ministro das Finanças, Wolfgang Schäuble.

O governo alemão e o BND não comentaram a notícia do afastamento de Schindler, mas o gabinete da chanceler Angela Merkel convocou a imprensa para uma conferência esta quarta-feira, sem especificar o motivo.

O patrão dos serviços secretos alemães tinha sido alvo de fortes críticas, depois de sair à luz do dia, no ano passado, que os serviços secretos germânicos tinham agido contra os interesses do país e colaborado com a NSA norte-americana, espiando nomeadamente os parceiros europeus.