Última hora

Última hora

Suíça recusa pedido da Turquia para excluir fotografia que critica Erdogan

As autoridades suíças recusaram o pedido do governo turco para que fosse removida de uma exposição de rua, em Genebra, uma fotografia que critica o

Em leitura:

Suíça recusa pedido da Turquia para excluir fotografia que critica Erdogan

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades suíças recusaram o pedido do governo turco para que fosse removida de uma exposição de rua, em Genebra, uma fotografia que critica o presidente Recep Tayyip Erdogan.

Point of view

Erdogan e o seu governo não têm qualquer tolerância com a liberdade de expressão ou com a liberdade de imprensa.

O fotógrafo curdo-arménio, Demir Sonmez, prescindiu da nacionalidade turca em 2005.

A exposição retrata várias manifestações que ocorreram na praça, em frente ao edifício das Nações Unidas.

“Estou chocado mas ao mesmo tempo não estou surpreendido pois o senhor Erdogan e o seu governo não têm qualquer tolerância com a liberdade de expressão ou com a liberdade de imprensa”, afirma o fotógrafo.

As autoridades de Genebra asseguram que a fotografia não será removida.

“Genebra não vai permitir que nenhum país tenha algum impacto nesta matéria. Genebra e a Suíça são territórios onde há liberdade de expressão. O conselho administrativo e o executivo da cidade de Genebra vão apoiar a exposição e está fora de questão remover essa fotografia”, garante o vice-presidente da Câmara Municipal de Genebra, Guillaume Barazzone.

A decisão das autoridades suíças contrasta com a das autoridades alemãs que este mês permitiram que o humorista Jan Boehmermmann fosse processado, a pedido da Turquia, por causa de um poema satírico sobre Erdogan.