Última hora

Última hora

Coreia do Norte fracassa novo teste de míssil durante cimeira inter-asiática

A Coreia do Norte volta a desafiar as sanções da ONU ao realizar um novo teste de um míssil balístico, o segundo em cinco dias. Segundo fontes

Em leitura:

Coreia do Norte fracassa novo teste de míssil durante cimeira inter-asiática

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte volta a desafiar as sanções da ONU ao realizar um novo teste de um míssil balístico, o segundo em cinco dias.

Segundo fontes sul-coreanas, a nova provocação de Pyongyang teria fracassado, depois do míssil Musudan, com um alcance de três mil quilómetros, ter caído no oceano, poucos segundos após o lançamento.

No Sábado passado Pyongyang teria igualmente falhado o lançamento de um míssil submarino.

O teste ocorreu no mesmo momento em que Pequim acolhe a cimeira dos países da CICA – a Conferência para as Medidas de Interação e Construção da Confiança na Ásia.

Uma reunião dominada pelo receio de Seul de um novo teste nuclear norte-coreano.

Segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros sul-coreano, Yun Byung-se:

“Pyongyang está a violar diariamente as resoluções do Conselho de Segurança da ONU ao recorrer a todo o tipo de métodos para fazer evoluir as suas capacidades nucleares. Espero que esta conferência consiga bloquear as ambições nucleares da Coreia do Norte”.

Durante a reunião, o presidente chinês Xi Jiping garantiu que não vai permitir que a península da Coreia “mergulhe na guerra e no caos”, tendo assegurado que vai continuar a aplicar as novas sanções da ONU contra o regime norte-coreano.

China e Rússia assim como os 24 outros países presentes na cimeira exigiram que Pyongyang ponha fim ao seu programa nuclear.

Na declaração final da cimeira, os representantes condenaram igualmente os testes nucleares realizados por Pyongyang em Janeiro e Fevereiro.