Última hora

Última hora

Trégua parcial não pára bombas em Alepo

Este sábado entra em vigor um acordo promovido pelos Estados Unidos e a Rússia para cessar as hostilidades numa parte da Síria, mas que não afetará a

Em leitura:

Trégua parcial não pára bombas em Alepo

Tamanho do texto Aa Aa

Este sábado entra em vigor um acordo promovido pelos Estados Unidos e a Rússia para cessar as hostilidades numa parte da Síria, mas que não afetará a intensa campanha de bombardeamentos na segunda cidade do país, Alepo.

As armas deverão calar-se por 24 horas no bastião rebelde da Ghuta Oriental, a leste de Damasco, e por três dias na região de Lataquia, controlada pelo regime, num derradeiro esforço para salvar a trégua imposta a 27 de fevereiro e, desde então, regularmente desrespeitada.

Um cessar-fogo completamente inexistente para a população de Alepo, onde os bombardeamentos da última semana mataram 230 civis, entre os quais um dos últimos pediatras a trabalhar na região, Mohammad Wassim Maaz, morto no ataque de quarta-feira contra o hospital Al-Quds.

Aqueles que perderam a vida em massacres na Síria foram lembrados esta sexta-feira na capital italiana, Roma, onde a famosa Fonte de Trevi se iluminou de vermelho para lembrar os cristãos perseguidos em todo o mundo e, de uma forma mais geral, todas as vítimas de conflitos.