Última hora

Última hora

Dinamarca prolonga controlos fronteiriços

Medida destina-se a travar os fluxos migratórios

Em leitura:

Dinamarca prolonga controlos fronteiriços

Tamanho do texto Aa Aa

A Dinamarca vai prolongar os controlos na fronteira com a Alemanha até ao dia 2 de junho, para conter o fluxo migratório, embora o trânsito de migrantes na Europa tenha baixado bastante desde o fecho quase completo da rota dos Balcãs.

Point of view

Tomámos esta decisão porque precisamos de proteger o nosso país e de nos proteger do grupo Estado Islâmico, que está a tirar proveito desta situação.

O anúncio do governo dinamarquês surge pouco depois da Comissão Europeia ter dito que iria prolongar a autorização de controlos fronteiriços no interior do espaço Schengen.

O governo de Copenhaga justificou-se: “Tomámos esta decisão porque precisamos de proteger o nosso país e de nos proteger do grupo Estado Islâmico, que está a tirar proveito desta situação em que há buracos nas fronteiras. É também uma proteção contra o fluxo de refugiados que atravessa a Europa”, disse a ministra da Imigração e Integração, Inger Støjberg.

Copenhaga pretende prolongar os controlos fronteiriços por mais dois anos, o limite máximo que as leis europeias permitem, no quadro do acordo de Schengen.

A Comissão Europeia prometeu também rever as regras dos pedidos de asilo, para que os pedidos não tenham de ser feitos no primeiro país onde os migrantes chegam. A atual situação está a sobrecarregar a Grécia.