Última hora

Última hora

Humidificadores terão morto mais de 90 pessoas na Coreia do Sul

A empresa no centro do turbilhão é a britânica Reckitt-Benckeiser.

Em leitura:

Humidificadores terão morto mais de 90 pessoas na Coreia do Sul

Tamanho do texto Aa Aa

Era um pedido de desculpas público, mas o presidente da filial sul-coreana do grupo britânico Reckitt-Benckeiser acabou por ser agredido.

Point of view

O boicote à empresa espalhou-se como o fogo pela sociedade sul-coreana e este pedido de desculpas é, sobretudo, uma maneira de o prevenir

O pedido de desculpas devia-se aos efeitos dos produtos da filial Oxy, como humidificadores e desinfetantes do ar, que causaram mortes e lesões severas nos pulmões a várias pessoas. Pensa-se que 92 pessoas possam ter morrido devido a estes produtos, embora nem todos fabricados pela Reckitt-Benckeiser. Os consumidores coreanos exigem mais que pedidos de desculpa: “O boicote à empresa espalhou-se como o fogo pela sociedade sul-coreana e este pedido de desculpas é, sobretudo, uma maneira de o prevenir”, diz Lim Heung-Kyu, do Centro Asiático para a Saúde e Ambiente dos Cidadãos.

A empresa teve já de desembolsar 10 mil milhões de dólares na criação de fundos, para evitar indemnizações. Na Austrália, a Reckitt-Benckeiser enfrenta outro tipo de sarilhos, devido a publicidade enganosa do analgésico Nurofen.