Última hora

Última hora

Reunião de emergência em Genebra para tentar salvar cessar-fogo sírio

Os Estados Unidos tentam salvar o cessar-fogo na Síria, quando o reatar dos confrontos em Aleppo já provocou mais de 250 mortos nos últimos nove

Em leitura:

Reunião de emergência em Genebra para tentar salvar cessar-fogo sírio

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos tentam salvar o cessar-fogo na Síria, quando o reatar dos confrontos em Aleppo já provocou mais de 250 mortos nos últimos nove dias.

O secretário de estado norte-americano aterrou esta noite em Genebra, antes de uma reunião de emergência, esta segunda-feira, para tentar reatar a trégua no terreno.

Para Kerry, reunido com o seu homólogo jordano, o acordo de fevereiro está no entanto longe de estar a ser cumprido à risca:

“Continuamos até agora em discussões diretas com os russos
à espera de avanços. Mas a resolução do Conselho de Segurança preconiza uma trégua em todo o país, assim como o acesso de ajuda humanitária, o que não aconteceu nem está a acontecer”.

A Rússia, aliada do regime sírio, anunciou esta noite o fim das hostilidades na maioria das zonas sírias.

Os bombardeamentos em Aleppo, por parte do regime e dos rebeldes, tinham levado a oposição síria a abandonar a terceira ronda de negociações na semana passada em Genebra.

A Rússia acusou esta noite dois grupos armados, o Ahrar al-Cham e Jaïch al-Islam, de violarem a trégua em Aleppo.

Moscovo tinha declarado os dois movimentos como organizações terroristas, mesmo que os dois participem atualmente nas discussões em Genebra, ao lado da oposição síria.