Última hora

Última hora

Alemanha: Casal sequestrava e torturava mulheres em casa

Há, pelo menos, duas vítimas mortais neste caso de sadismo.

Em leitura:

Alemanha: Casal sequestrava e torturava mulheres em casa

Tamanho do texto Aa Aa

Da Alemanha chega uma nova história de “casa dos horrores”. Um casal da vila de Höxter, na Renânia do Norte-Vestefália, preso na semana passada pelo sequestro, tortura e morte de uma mulher, confessou agora ter morto outra mulher, há dois anos. O corpo foi, na altura, congelado, decepado e queimado na lareira.

Point of view

A preservação de provas ganhou uma nova dimensão. Vamos ser obrigados a passar a pente fino cada centímetro da casa para procurar vestígios da passagem de outras mulheres.

A polícia teme que esta seja apenas a ponta do véu: “Esta mulher foi sujeita a abusos físicos repetidos. Batiam-lhe em várias partes do corpo, muitas vezes era amarrada ou acorrentada a aquecedores. Às vezes obrigavam-na a dormir no chão, em quartos sem aquecimento”, diz o procurador de Bielefeld, Ralf Meyer.

O chefe do departamento de homicídios da polícia, Ralf Östermann, acrescenta: “Depois do testemunho da mulher do casal, a preservação de provas ganhou uma nova dimensão. Vamos ser obrigados a passar a pente fino cada centímetro da casa para procurar vestígios da passagem de outras mulheres. Não excluímos a hipótese de outras mulheres terem sido mortas”.

Segundo os testemunhos, a companheira do assassino pode também ter sido sequestrada e ter agido sob ameaça do homem. A polícia conta também com o testemunho de sobreviventes, como uma mulher de Berlim que depôs depois de ter reconhecido a casa na televisão.

O casal recrutava as vítimas através de anúncios em jornais da Alemanha e da República Checa.