Última hora

Última hora

Brasil pede 155 mil milhões de reais pela tragédia da barragem de Mariana

No Brasil foi anunciada a abertura de um processo cível contra a Samarco, a empresa mineira que geria a barragem de Bento Rodrigues, em Mariana

Em leitura:

Brasil pede 155 mil milhões de reais pela tragédia da barragem de Mariana

Tamanho do texto Aa Aa

No Brasil foi anunciada a abertura de um processo cível contra a Samarco, a empresa mineira que geria a barragem de Bento Rodrigues, em Mariana, Minas Gerais, e, por conseguinte, também às duas proprietárias da Samarco, a Vale e a BHP Biliton.

O Ministério Público Federal (MPF) pede uma indemnização de 155 mil milhões de reais (o equivalente a quase 40 mil milhões de euros) para cobrir os danos económicos e ambientais provocados pelo colapso — faz esta quinta-feira seis meses — da Barragem do Fundão, em Bento Rodrigues, distrito de Mariana.

Uma tragédia no interor de Minas Gerais, que arrasou o distrito de Bento Rodrigues, afetou dezenas de localidades de Minas Gerais e de Espirito Santo, e que teve impacto inclusive no Oceano Atlântico.

As ações da empresa mineira anglo-australiana BHP Biliton sofreram esta quarta-feira, na bolsa, as ondas de choque da decisão do MPF brasileiro. Em Sydney, o valor das ações caiu 9,36 por cento e fechou em 1,5 por cento a negativo; em Londres, esta manhã, eram negociados em baixa de 6,98 por cento.