This content is not available in your region

Economia britânica encolhe-se perante o aproximar do fantasma "Brexit"

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Economia britânica encolhe-se perante o aproximar do fantasma "Brexit"

<p>A economia britânica abrandou em abril e pode mesmo estagnar face ao aproximar do referendo de 23 de junho sobre o “Brexit”, isto é, a continuidade ou não do Reino Unido na União Europeia.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt" align="center"><p lang="en" dir="ltr">Activity in UK services sector slows sharply ahead of EU referendum <a href="https://t.co/OBnVchsfX2">https://t.co/OBnVchsfX2</a> <a href="https://t.co/0H4KvLuNtK">pic.twitter.com/0H4KvLuNtK</a></p>— Financial Times (@FT) <a href="https://twitter.com/FT/status/728185002668740608">5 de maio de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>A possibilidade é sugerida por um estudo divulgado esta quinta-feira centrado nos serviços, setor que representa 80 por cento da economia britânica e que progrediu ao ritmo mais baixo no índice da Markit (52.3 contra 53.7 em março) dos últimos três anos. Também em lume brando manteve-se o emprego no Reino Unido.</p> <p>Se o abrandamento registado em abril subsistir, o crescimento britânico poderá não ir além dos 0,1 por cento no segundo trimestre deste ano, caindo dos 0,4 por cento dos primeiros três meses deste ano.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt" align="center"><p lang="en" dir="ltr">With just 50 days until the EU referendum, here are 50 reasons why we’re stronger, safer and better off in Europe: <a href="https://t.co/HJcnUbcKTZ">https://t.co/HJcnUbcKTZ</a></p>— David Cameron (@David_Cameron) <a href="https://twitter.com/David_Cameron/status/727867647304581121">4 de maio de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p>