This content is not available in your region

Canadá: Quase 90 mil resgatados pelos incêndios em Fort McMurray, Alberta

Access to the comments Comentários
De  Antonio Oliveira E Silva  com THE ASSOCIATED PRESS, CBC, LUSA
Canadá: Quase 90 mil resgatados pelos incêndios em Fort McMurray, Alberta

<p>Mais de 85 mil hectares arderam na região de “Fort McMurray“http://www.fortmcmurrayonline.com/, na <a href="http://www.alberta.ca/index.cfm">província canadiana de Alberta</a>, (Centro-Oeste), desde domingo passado.</p> <p>Quase 90 mil pessoas foram resgatadas até esta sexta-feira de manhã, mas o número poderia vir a aumentar. </p> <p>Mais de mil bombeiros lutam ainda contra os incêndios que assolam a região e não se esperam chuvas até ao próximo domingo.</p> <p>A ediçõ de Edmonton da <a href="http://www.cbc.ca/"><span class="caps">CBC</span></a>, serviço público anglófono de rádio e televisão do canadá, explicava esta quinta-feira à noite (hora local), que “as chuvas são a única esperança dos habitantes de Forte McMurray”, citando fontes locais, uma vez que <a href="http://www.cbc.ca/news/canada/edmonton/fort-mcmurray-residents-face-long-wait-as-fire-crews-still-have-a-long-way-to-go-1.3568035">todos os esforços levados a cabo até ao momento pelos bombeiros não foram suficientes</a></p> <p>A Província de Alberta tem algumas das reservas petróleo mais importantes do Planeta, parte das quais se encontra agora agora ameaçada, numa situação descrita como inédita pelas autoridades locais. </p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr"><span class="caps">ACFN</span> declares state of emergency as hamlets struggle | <a href="https://t.co/ZOFSXGxDni">https://t.co/ZOFSXGxDni</a> | <a href="https://twitter.com/hashtag/ymm?src=hash">#ymm</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/ymmfire?src=hash">#ymmfire</a> <a href="https://t.co/K3dJAmvzxw">pic.twitter.com/K3dJAmvzxw</a></p>— Fort McMurray Today (@FortMacToday) <a href="https://twitter.com/FortMacToday/status/728393882547855360">May 6, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>O Governo provincial declarou esta quarta-feira o <a href="http://www.aema.alberta.ca/">estado de emergência</a> naquele que é considerado como o maior desastre natural da História do Canadá.</p> <p>O alerta na quinta-feira extendido a três outras comunidades: Anzac, Gregoire Lake Estates e a uma reserva, a Fort McMurray First Nation.</p> <p>“Não é só Fort McMurray, embora esta seja, sem dúvida, a maior e mais atacada comunidade. Pedimos a todos os cidadãos da província de Alberta que sejam extremamente cuidadosos e façam todos os possíveis por evitar acidentes com o fogo”, disse a chefe do governo de Alberta, Rachel Notley.</p> <p>A reconstrução de Fort McMurray deverá custar seis mil milhões de euros.</p> <p>As elevadas temperaturas que se fazem sentir em Alberta, pouco habituais para esta época do ano, colocam a província canadiana em condições de risco muito elevado de incêndio.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">'It's gone. It's all gone': Wildfire empties Fort McMurray as flames enter city | <a href="https://t.co/fX0ORszlGp">https://t.co/fX0ORszlGp</a> | <a href="https://twitter.com/hashtag/ymm?src=hash">#ymm</a> <a href="https://t.co/PykmbKdi8U">pic.twitter.com/PykmbKdi8U</a></p>— Fort McMurray Today (@FortMacToday) <a href="https://twitter.com/FortMacToday/status/727730199706611713">May 4, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>