Última hora

Última hora

Papa Francisco recebe Prémio Carlos Magno e pede que Europa mantenha valores

O Prémio Carlos Magno distingue, este ano, o Papa Francisco pelo contributo para o projeto de unidade europeu e em nome desse compromisso o Sumo

Em leitura:

Papa Francisco recebe Prémio Carlos Magno e pede que Europa mantenha valores

Tamanho do texto Aa Aa

O Prémio Carlos Magno distingue, este ano, o Papa Francisco pelo contributo para o projeto de unidade europeu e em nome desse compromisso o Sumo Pontífice não deixou de apontar, durante uma cerimónia no Vaticano, esta sexta-feira, várias críticas.

Perante representantes de instituições europeias e de vencedores anteriores, como a chanceler alemã Angela Merkel, entre outros, o Papa apontou o dedo ao modelo económico ocidental: “Se queremos repensar a nossa sociedade precisamos de criar trabalhos dignos e bem remunerados, em especial para os mais jovens. Fazê-lo implica o surgimento de modelos económicos novos, mais inclusivos e equitativos, pensados não para servir apenas alguns, mas para beneficiar os cidadãos comuns e a sociedade como um todo.”

Numa altura em que os valores que serviram de base à unificação europeia parecem estar cada vez mais desacreditados, o Papa Francisco reforçou a importância da fidelidade ao código genético europeu: “Sonho com uma Europa que se preocupa com as crianças, que oferece ajuda fraternal aos pobres e aos recém-chegados que querem ser aceites porque perderam tudo e precisam de abrigo. (…) Sonho com uma Europa em que ser migrante é um convite a um maior compromisso em nome da dignidade de todos os seres humanos.”

Com sala cheia, o Papa Francisco transmitiu o ideal que tem da Europa, numa altura em que o velho continente é cada vez mais confrontado com provas de fogo que ameaçam a estrutura de base.