Última hora

Última hora

Judo: Carlos Luz termina Grand Slam de Baku em 5º lugar

“Grande Slam de Baku ou a arte do judo. O segundo dia foi mais espectacular, cheio de surpresas, emoções, qualidade, judo no seu melhor. Começamos

Em leitura:

Judo: Carlos Luz termina Grand Slam de Baku em 5º lugar

Tamanho do texto Aa Aa

“Grande Slam de Baku ou a arte do judo. O segundo dia foi mais espectacular, cheio de surpresas, emoções, qualidade, judo no seu melhor. Começamos com a melhor final entre um japonês campeão do mundo e um búlgaro que nasceu para ser uma estrela”, como nos explica o enviado da euronews à capital do Azerbaijão, Pedro Lasuen.

No setor masculino, nos -81 kg, uma final explosiva entre o campeão do mundo e atual número três do ranking, o japonês Takanori Nagase e a nova pérola do judo, o jovem búlgaro Ivaylo Ivanov. Nagase venceu o duelo por ippon.

Nesta categoria, o português Carlos Luz terminou a competição no quinto lugar, depois de vencer quatro combates e perder dois. O judoca nacional não está em zona de qualificação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, está em 47º na sua categoria.

O português Diogo Lima perdeu logo no segundo combate.

Nos -73 kg, um combate entre dois atletas do Uzebequistão. Giyosjon Boboyev e Mirali Sharipov. Boboyev fez um waza-ari. Sharipov respondeu e venceu por ippon.

Nuno Saraiva, que antes de combater ocupava um lugar na qualificação indireta para os Jogos nesta categoria, via quota continental, perdeu logo na estreia com o israelita Tohar Butbul, por waza-ari. André Alves, também nos -73 kg, foi eliminado no segundo combate.

No quadro feminino, Ana Cachola nos menos 63 kg foi eliminada no segundo combate. A final foi ganha pela britânica Alice Schlesinger, por ippon diante da croata Marijana Miskovic Hasanbegovic.

Na categoria de -70 kg, a espanhola Maria Bernabeu arrecadou a medalha de ouro. Venceu por imobilização a brasileira Maria Portela

No domingo competem dois judocas portugueses: Jorge Fonseca (-100 kg), que está na zona de qualificação olímpica, e Yahima Ramirez (-78 kg), que já perdeu a vaga na quota continental, mas ainda tem hipóteses de ganhar pontos que lhe garantam uma passagem para o Rio.

Na surpresa do dia: a eliminação do favorito na categoria de -73 kg: a jogar em casa, Rustam Ojurov, campeão da Europa, foi eliminado pelo ucraniano Dmytro Kanivets.

No momento do dia: Um fantástico ippon do japonês Takanori Nagase no combate frente ao português Carlos Luz nos quartos de final dos -81 kg. Recorde-se que o japonês conquistou depois a medalha de ouro e o judoca português ficou em quinto.