Última hora

Última hora

Arranca julgamento de soldado israelita que executou palestiniano ferido

Começou esta segunda-feira, num tribunal militar de Jaffa, perto de Telavive, o julgamento do soldado franco-israelita acusado de homicídio

Em leitura:

Arranca julgamento de soldado israelita que executou palestiniano ferido

Tamanho do texto Aa Aa

Começou esta segunda-feira, num tribunal militar de Jaffa, perto de Telavive, o julgamento do soldado franco-israelita acusado de homicídio involuntário depois de ter disparado sobre um palestiniano que não oferecia resistência.

O caso está a dividir profundamente a opinião pública. O soldado Elor Azaria arrisca-se a uma pena de até 20 anos de prisão

“Estamos preparados e continuamos com a mesma linha de defesa. A verdade vai vir à tona. O caminho será longo. Vamos aguentar”, disse Binyamin Malka, advogado de defesa.

O caso remonta a 24 de março e ocorreu na região de Hebron, no sul da Cisjordânia ocupada. O vídeo que mostra a cronologia dos acontecimentos foi divulgado pela organização de defesa de direitos humanos B’Tselem.

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, condenou a atuação do soldado.