Última hora

Última hora

Vladimir Putin alerta para novas "lutas" durante comemorações de Dia da Vitória sobre nazistas

Com pompa e circunstância, mais de 10 mil militares desfilaram esta segunda-feira pela Praça Vermelha, em Moscovo. A parada assinalou o 71º

Em leitura:

Vladimir Putin alerta para novas "lutas" durante comemorações de Dia da Vitória sobre nazistas

Tamanho do texto Aa Aa

Com pompa e circunstância, mais de 10 mil militares desfilaram esta segunda-feira pela Praça Vermelha, em Moscovo. A parada assinalou o 71º aniversário da capitulação da Alemanha nazi perante a União Soviética durante a Segunda Guerra Mundial, a 9 de maio.

Figura de destaque nas comemorações do Dia da Vitória, o presidente russo, Vladimir Putin, referiu que volvidos vários anos o país enfrenta uma nova forma de luta, contra o terrorismo: “As lições de história ensinam-nos que a paz, no nosso planeta, não surge sozinha. (…)
Atualmente a nossa civilização enfrenta, de novo, uma crueldade e violência desconhecidas. O terrorismo converteu-se numa ameaça global e estamos obrigados a vencer essa ameaça. A Rússia está aberta a unir forças com outros Estados e pronta para criar um sistema de segurança internacional fora dos blocos tradicionais.”

O presidente russo sublinhou ainda que a comemoração do Dia da Vitória Soviética se converteu “num símbolo da unidade da Rússia e do povo do país.”

Em nome dessa unidade e numa manifestação de força, a Rússia anunciou, recentemente, a criação de três divisões militares até ao final deste ano, no oeste e no sul do país, numa resposta aos planos da NATO de aumento de forças na Polónia e nos Estados Bálticos.