Última hora

Em leitura:

Bélgica: Greve obriga militares a ocuparem posto de guardas prisionais

mundo

Bélgica: Greve obriga militares a ocuparem posto de guardas prisionais

Publicidade

Na Bélgica foi necessária a intervenção de militares em prisões devido à greve dos guarda que decorre há quase três semanas. Até a polícia e elementos da Cruz Vermelha deram assistência enquanto os guardas protestavam no exterior de um desses estabelecimentos prisionais:

Coronel Jean-Louis Crucifix: “O que cria problema é que o Ministério da Defesa intervém numa questão social e substitui-se a um verdadeiro diálogo social.”

Jornalista: “E é esse o seu papel?”

Coronel Jean-Louis Crucifix: “Em princípio não.”

Um protesto contra a falta de segurança agravada pelo corte no orçamento destinado às prisões, duas em Bruxelas e uma em Liège, que continua mesmo depois do ministro da Justiça ter proposto a contratação de 405 novos guardas ainda este ano. Para os sindicatos não é suficiente.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte