Última hora

Defeitos nos 'airbags' mergulham Takata em prejuízos

É o terceiro ano, nos últimos quatro, que o fabricante japonês de 'air bags' Takata, chega ao final do exercício com perdas e a situação tende a agravar-se por causa do defeito no dispositivo de segur

Em leitura:

Defeitos nos 'airbags' mergulham Takata em prejuízos

Tamanho do texto Aa Aa

É o terceiro ano, nos últimos quatro, que o fabricante japonês de ‘air bags’ Takata, chega ao final do exercício com perdas e a situação tende a agravar-se por causa do defeito no dispositivo de segurança que está a obrigar à chamada à oficina de milhões de carros para reparação do problema.

No ano fiscal que terminou em março, a Takata apresentou um prejuízo líquido de cerca de 105 milhões de euros, mas está confiante que, este ano, vai cobrir esse prejuízo com um lucro sensivelmente do mesmo valor. Um objetivo difícil de alcançar se considerarmos que, na semana passada, as autoridades norte-americanas ordenaram a chamada de mais 40 milhões de carros para reparação, que se juntam a outros mais de 50 mil que já tiveram que substituir um modelo de ‘airbag’ que provocou pelo menos 11 mortes.