Última hora

Em leitura:

Julia Roberts e "Clash" marcam segundo dia de Cannes

mundo

Julia Roberts e "Clash" marcam segundo dia de Cannes

Publicidade

Julia Roberts andou pela primeira vez no tapete vermelho de Cannes, esta quinta-feira. A atriz norte-americana marcou presença na estreia de “Money Monster”, realizado por Jodie Foster e onde participa George Clooney, que esteve em Cannes com a esposa Amal Clooney.

Em “Money Monster”, Hollywood diz expressamente que os bancos são os responsáveis pela crise financeira.

O guru financeiro interpretado por George Clooney é feito refém por Jack O’Connell, no papel de um homem desiludido que perde o dinheiro ao seguir os conselhos de Clooney.

“O Festival de Cannes é o glamour e o tapete vermelho, mas é também os filmes engajados que são apresentados na seleção oficial. Dois bons exemplos neste início de festival: “Money Monster”, que ataca o mundo das finanças com a ajuda das maiores estrelas de Hollywood, e “Clash”, de Mohamed Diab, que apresenta um retrato, sem contemplações, da sociedade egípcia hoje,” revelou o enviado especial da euronews, Frédéric Ponsard

Na abertura da categoria “Un Certain Regard”, sob o olhar atento da presidente do jurí da categoria, Marthe Keller, o realizador Mohamed Diap apresentou “Clash”, um filme sobre o fundamentalismo muçulmano.

Com o segundo filme, o realizador egípcio continua o estudo sociológico da sua terra natal.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte