Última hora

Em leitura:

"Sinfonia pelo Peru" (bónus): O contágio positivo da música

musica

"Sinfonia pelo Peru" (bónus): O contágio positivo da música

Em parceria com

A súper estrela da ópera, Juan Diego Flórez inspirou milhares de crianças no seu país natal através do projeto “Sinfonia pelo Peru”. O próprio tenor conta-nos como funciona, os objetivos e o que já foi conseguido.

“As crianças vão a um núcleo ou a um centro depois da escola. Passam ali três horas por dia durante a tarde, cinco a seis dias por semanas, e praticam. Tocam na orquestra, cantam nos coros. Sentir-se pobre, de facto, é sentir-se excluído. Um miúdo excluído é um miúdo sem futuro, mas se esse miúdo sentir que existe algo para ele, sentir que pode dedicar-se à música, então pode sentir-se alguém. Isso muda tudo.

“Essa riqueza que surge da música, que surge com a música, toma controlo da pobreza material. Eles tornam-se melhores miúdos na escola, em casa.

“Muito importante é também a violência doméstica, que diminui de forma considerável. Outro aspeto que esta a reduzir-se bastante, por causa da ‘Sinfonia pelo Peru’, porque eles tocam e cantam muito, é o trabalho infantil.

“Estamos a falar de crianças pobres. Muitas delas trabalham na rua, sabe? Isto diminui muito — cerca de 90 por cento — e estes dados são suportados por um estudo que fizemos. Os miúdos tornam-se um exemplo para os pais e isto é muito poderoso.

“As crianças, de certa forma, estão a influenciar os pais. Os pais influenciam a comunidade. Isto é contagioso e tem, por fim, a transformação da sociedade, tornando-a melhor.”

Artigo seguinte