Última hora

Petição contra saltos altos já recolheu mais de 120 mil assinaturas

Uma petição para impedir que as empresas obriguem as trabalhadoras a usar saltos altos no Reino Unido já recolheu mais de 120 mil assinaturas.

Em leitura:

Petição contra saltos altos já recolheu mais de 120 mil assinaturas

Tamanho do texto Aa Aa

Uma petição para impedir que as empresas obriguem as trabalhadoras a usar saltos altos no Reino Unido já recolheu mais de 120 mil assinaturas. A iniciativa foi lançada por Nicola Thorp, rececionista que foi mandada para casa por se recusar a calçar sapatos altos.

“Os empregadores podem impor regras de vestuário diferentes para homens e mulheres, o que é justo, desde que o dress code não favoreça um dos sexos. Agora parece-me que ao obrigar as mulheres a usarem saltos altos está a favorecer-se os homens, porque o seu calçado não afeta a sua postura, a sua capacidade de movimentos”, explicou Nicola.

Como a petição já ultrapassou a barreira das 100 mil assinaturas, a questão terá de ser debatida no parlamento.

Para Rebecca Tuck, advogada especialista em Direito do Trabalho, é uma questão de interpretação: “A lei neste tipo de situação nunca pode cobrir todas as eventualidades e enquanto sociedade mudamos e evoluímos. Por isso, cabe aos juízes interpretar a lei, de forma a garantir que ela continua a ser justa com a evolução”.

A porta-voz da empresa de trabalho temporário para que trabalhava Nicola já manifestou abertura para rever as recomendações relativas ao calçado, depois desta polémica.