Última hora

Em leitura:

Antiga presidente da Argentina acusada de irregularidades relacionadas com o Banco Central

mundo

Antiga presidente da Argentina acusada de irregularidades relacionadas com o Banco Central

Publicidade

A antiga presidente da Argentina, Cristina Fernandez, foi acusada de manipular o Banco Central na venda de dólares.

A acusação foi oficializada esta sexta-feira pelo juiz federal Claudio Bonadio.

Para além de Cristina Fernandez, também o antigo ministro da economia, Axel Kicillof, e o presidente do banco central, Alejandro Vanoli, enfrentam acusações relacionadas com a administração danosa de bens públicos.

No centro da questão estão irregularidades na venda de dólares norte-americanos no mercado de futuros.

Cristina Fernandez é acusada de ter autorizado a venda de milhares de milhão de dólares do mercado de futuros antes de uma esperada desvalorização do peso argentino.

A decisão do juíz abre a porta a uma acusação formal.

No mês passado, após uma audiência no tribunal, Fernandez acusou o governo do seu sucessor, Mauricio Macri, de perseguição política.

Desde o levantamento dos controlos monetários em dezembro passado que a moeda argentina perdeu cerca de 30% do seu valor face ao dólar.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte