Última hora

Em leitura:

Iémen: atentado suicida mata pelo menos 30 pessoas

mundo

Iémen: atentado suicida mata pelo menos 30 pessoas

Publicidade

No Iémen, um bombista suicida matou pelo menos 30 novos recrutas num centro de recrutamento da polícia.

As vítimas estavam a aguardar a inscrição nas forças da ordem quando um bombista suicida detonou o cinto de explosivos que envergava.

Foi o segundo ataque do género no espaço de quatro dias.

O ataque foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico e teve lugar na cidade de Mukalla no sul do país que até há um mês estava sob controlo da rede al-Qaeda.

Os extremistas abandonaram o local após uma ofensiva militar conduzida por forças iemenitas apoiadas pela coligação liderada pela Arábia Saudita.

Num desenvolvimento separado, o chefe da polícia de Mukalla escapou com ferimentos ligeiros após a explosão de uma bomba colocada no exterior do seu escritório.

Seis dos seus guarda-costas morreram em resultado da explosão.

O alto funcionário havia escapado ao primeiro ataque ocorrido no centro de recrutamento.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte