Última hora

Em leitura:

Nigéria: jovem que escapou ao Boko Haram diz que estudantes de Chibok estão na floresta de Sambisa

mundo

Nigéria: jovem que escapou ao Boko Haram diz que estudantes de Chibok estão na floresta de Sambisa

Publicidade

Pela primeira vez, desde que o Boko Haram sequestrou mais de 200 estudantes de Chibok, no nordeste da Nigéria, uma das raparigas foi encontrada, sã e salva. Membros da campanha BringBackOurGirls, que significa “Tragam as nossas raparigas de volta”, festejaram em Abuja a notícia, confirmada pelo Exército.

Amina Ali, que tinha 17 anos quando foi raptada em abril de 2014, foi descoberta na floresta de Sambisa, no Estado de Borno – um bastião do grupo extremista -, juntamente com um bebé de quatro meses, que as autoridades acreditam ser uma filha que teve em cativeiro.

Um membro da campanha explica que Amina disse que a maioria das raparigas “continua em cativeiro na floresta de Sambisa, numa fortificação do Boko Haram. Infelizmente, ela também disse que seis das raparigas terão morrido durante os 765 dias em cativeiro”.

Os soldados e membros de uma milícia de autodefesa que encontraram a jovem explicaram que estava acompanhada por um homem, que se fazia passar pelo marido, mas que as autoridades acreditam tratar-se de um membro do Boko Haram.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte