This content is not available in your region

Parlamento turco aprova levantamento de imunidade a deputados curdos

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira  com REUTERS
Parlamento turco aprova levantamento de imunidade a deputados curdos

<p>O <span class="caps">AKP</span>, partido no poder na Turquia, conseguiu marcar pontos na tentativa de fazer com que os deputados pró-curdos possam ser perseguidos na justiça. A proposta de levantar as imunidades parlamentares, para que os deputados do partido pró-curdo que enfrentam processos possam ser julgados, teve uma maioria de votos a favor no parlamento.</p> <p>No entanto, não foi uma maioria suficiente para evitar um referendo. O líder do Partido Democrático do Povo, pró-curdo, diz que esta é uma tentativa de golpe: “Levantar as imunidades dentro desta estrutura vai levar a um golpe de Estado e a uma ditadura. Seria estar a ratificá-la. Eu propus que a imunidade fosse levantada, mas a todos os deputados. O <span class="caps">AKP</span> não aceitou”, disse Selahattin Demirtaş.</p> <p>A proposta conta também com o apoio dos principais partidos da oposição – socialistas (o <span class="caps">CHP</span> de Kemal Kılıçdaroğlu) e nacionalistas (<span class="caps">MHP</span>): O processo deve estar completo na sexta-feira. Ninguém deve ter medo de responder pelas ações que comete. Quem louva os terroristas e aterroriza o parlamento tem de pagar o preço da traição”, diz Devlet Bahçeli, líder do <span class="caps">MHP</span>.</p> <p>No início do mês, a discussão desta proposta por parte de uma comissão, no parlamento, acabou com <a href="http://pt.euronews.com/2016/05/02/cenas-de-pugilismo-no-parlamento-turco/">cenas de pugilato</a> e outras que mais se assemelharam à prática do “stage diving” num concerto de metal, quando os deputados do <span class="caps">HDP</span> invadiram a sala onde decorria a reunião.</p>