Última hora

Em leitura:

Turismo egípcio sofre novo golpe

economia

Turismo egípcio sofre novo golpe

Publicidade

O setor do turismo volta a ser afetado por uma tragédia aérea. O Egito nunca mais conseguiu ter um número de visitantes como em 2010 quando recebeu quase 15 milhões de turistas.

Este incidente fragiliza ainda a mais a economia egípcia que tentava recuperar do atentado de 31 de outubro do ano passado quando um aparelho da companhia russa Metrojet com 224 ocupantes a bordo se despenhou na região do Sinai pouco depois de descolar da estância balnear de Sharm el-Sheik. No primeiro trimestre de 2015 a receita do turismo no país rondou os 1.500 milhões de dólares, enquanto no mesmo período deste ano a faturação caíu para os 500 milhões.

A insegurança não está apenas a afetar o Egipto. A Turquia também vê fugir os dólares dos visitantes que escolhem outros destinos mais seguros, como Portugal.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte