Última hora

Em leitura:

NATO-Rússia: Stoltenberg diz que não quer "nova Guerra Fria"

mundo

NATO-Rússia: Stoltenberg diz que não quer "nova Guerra Fria"

Publicidade

Moscovo diz que Jens Stoltenberg devia ter consultado o Kremlin, antes de anunciar a intenção de organizar um novo Conselho NATO-Rússia antes da Cimeira da Aliança Atlântica, a 8 e 9 de julho.

As relações entre o Kremlin e a Aliança “esfriaram” desde que a Rússia anexou a Crimeia, em 2014.

No fecho da reunião de chefes da diplomacia dos 28 países membros da NATO, em Bruxelas, o secretário-geral da organização disse, acerca do eventual destacamento de tropas para a Europa de Leste, que “uma presença multinacional envia um sinal claro de que um ataque contra um aliado será contra toda a Aliança”. Mas Stoltenberg frisou que “a NATO não procura confrontação, nem quer uma nova Guerra Fria”, e quer “uma relação mais cooperativa e mais construtiva com a Rússia”.

Depois do encontro em Bruxelas, que contou também com a presença da chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, responsáveis europeus indicaram que NATO e o bloco comunitário deverão formalizar, na cimeira de Julho em Varsóvia, um novo pacto de cooperação.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo