Última hora

Em leitura:

O melhor (e o maior) de Jeff Koons em Londres


le mag

O melhor (e o maior) de Jeff Koons em Londres

Uma retrospetiva da obra de Jeff Koons acaba de abrir portas em Londres. A exposição reúne obras dos últimos 35 anos.

O artista norte-americano é conhecido por reproduzir objetos banais do quotidiano em grandes dimensões. Para o comissário da exposição, o tema central da obra de Koons é a humanidade.

“Ele interessa-se pela dimensão humana. Nós inspiramos, o que para ele é uma metáfora da vida e expiramos, o que para ele é uma metáfora da morte. É essa a raiz do trabalho dele”, disse Hugh Allen, comissário da exposição da galeria londrina Newport Street.

Koons não realiza as obras, dá apenas as ideias e os colaboradores executam o projeto. Na exposição, há várias obras que remetem para a infância.

“As esculturas da infância remetem para as primeiras formas de comunicação. Esculpimos a plasticina com as mãos e brincamos com a matéria. Tentamos libertar-nos das nossas inibições. É também uma forma de dizer que tudo pode ser arte”, sublinhou a crítica de arte Estelle Lovatt.

Depois de ter estudado arte, Koons começou por trabalhar no setor financeiro para poder financiar o seu trabalho artístico. Hoje, é um dos artistas mais cobiçados pelos colecionadores.

Em 2013, a obra “Ballon dog Orange” foi vendida em leilão por 51 milhões de euros.

A retrospetiva da obra de Jeff Koons pode ser visitada em Londres até 16 de outubro.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
Segunda edição do Photo London abre portas em Londres

le mag

Segunda edição do Photo London abre portas em Londres