Última hora

Áustria: Presidenciais referendam futuro da extrema-direita

A Áustria decide hoje nas urnas o desfecho político da crise dos refugiados durante a segunda volta das eleições presidenciais.

Em leitura:

Áustria: Presidenciais referendam futuro da extrema-direita

Tamanho do texto Aa Aa

A Áustria decide hoje nas urnas o desfecho político da crise dos refugiados durante a segunda volta das eleições presidenciais.

O sufrágio, marcado pela vitória do candidato de extrema-direita, na primeira volta, decorre desde as 7 da manhã até às 17h00 locais.

O duelo entre Norbert Hofer, candidato do Partido da Liberdade e o ecologista independente Alexander Van Der Bellen, marca o primeiro escrutínio no qual os candidatos dos principais partidos austríacos não estão representados.

Se Hofer conta com os receios criados pela chegada de mais de 90 mil refugiados ao país, já Bellen fez do Não à extrema-direita um dos principais argumentos de campanha.

O escrutínio é acompanhado de perto pelos partidos populistas europeus, como o Frente Nacional francês que ambiciona vencer as próximas presidenciais no país.