Última hora

Em leitura:

Protesto anti-austeridade na Bélgica causa feridos ligeiros

A redação de Bruxelas

Protesto anti-austeridade na Bélgica causa feridos ligeiros

Publicidade

As medidas de austeridades do governo da Bélgica levaram cerca de 50 mil pessoas às ruas de Bruxelas, de acordo com a polícia local.

Convocados pelos sindicatos, os manifestantes criticam o congelamento de salários, o aumento da semana de trabalho para as 45 horas e da idade da reforma para os 67 anos.

Uma manifestante disse que “hoje temos uma pensão razoável, mas amanhã talvez nos façam o mesmo que aos pensionistas gregos, que sofreram um corte de 20% e depois mais outro de 20%”.

Os sindicatos prometem mais ações, incluindo greves, até outubro.

A maioria da ação de rua decorreu calmamente, mas já próximo do local de chegada, um grupo de cerca de cem manifestantes, de cara tapada, envolveu-se em confrontos com a polícia.

Dois agentes e alguns manifestantes ficaram feridos sem gravidade nos confrontos, contra os quais foram usados canhões de água.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte