Última hora

Em leitura:

Síria: Coligação tenta retomar Raqqa das mãos do Daesh

mundo

Síria: Coligação tenta retomar Raqqa das mãos do Daesh

Publicidade

Uma coligação composta por forças curdas e sírias iniciaram, esta terça-feira, uma ofensiva militar para reconquistar a cidade de Raqqa, um bastião do grupo Estado Islâmico na Síria.

Esta operação tem o apoio da coligação militar liderada pelos Estados Unidos da América.

Também Rússia mostrou apoio a esta ofensiva contra o Daesh na Síria. Para o ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov, é imperativo retomar o controlo de Raqqa, na Síria, e Mossul, no Iraque, das mãos dos jihadistas.

Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, pelo menos 22 jihadistas morreram, desde o início da ofensiva militar, em Raqqa.

No último mês, o conflito ceifou a vida a mais de três centenas de civis, na cidade de Alepo.

Raqqa fica a 160 quilómetros a leste de
Alepo, a “capital” do autoproclamado Estado Islâmico na Síria, desde o verão de 2014.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte