Última hora

Em leitura:

EUA: Justiça federal pede pena de morte para suspeito do massacre de Charleston

mundo

EUA: Justiça federal pede pena de morte para suspeito do massacre de Charleston

Publicidade

A justiça federal norte-americana anunciou na terça-feira que vai pedir a pena de morte para Dylann Roof, acusado de ter abatido nove paroquianos de uma igreja negra de Charleston, a pior matança racista na história recente dos Estados Unidos.

“A decisão impõe-se dada a natureza dos crimes e os danos que deles resultaram”, afirmou num comunicado a procuradora-geral, Loretta Lynch.

A data do julgamento de Dylann Roof, um homem branco que professa o ódio aos negros, ainda não foi marcada.

O jovem, de 22 anos, é acusado de a 17 de junho de 2015 ter disparado contra os participantes de uma aula de estudo bíblico na Igreja Metodista Episcopal Emanuel de Charleston, na Carolina do Sul (sudeste). É acusado de nove homicídios e de três tentativas de homicídio.

“A sua animosidade contra os negros pesou nos seus homicídios”, considerou o Ministério da Justiça.

Os advogados do jovem defensor da supremacia da raça branca já informaram que o seu cliente está pronto para se declarar culpado em troca de uma garantia de que não será executado.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte