Última hora

Troca de prisioneiros permite regresso da ucraniana Nadiya Shavchenko

Nadiya Shavchenko regressou a casa esta quarta-feira.

Em leitura:

Troca de prisioneiros permite regresso da ucraniana Nadiya Shavchenko

Tamanho do texto Aa Aa

Nadiya Shavchenko regressou a casa esta quarta-feira. A libertação da piloto ucraniana foi alcançada por via de uma troca de prisioneiros negociada entre Kiev e Moscovo.

allviews Created with Sketch. Point of view

"Da mesma forma que trouxemos Nadiya de volta, também vamos trazer o Dombass e a Crimeia de regresso à soberania da Ucrânia"

Petro Poroshenko

Capturada em junho de 2014, Nadiya Savchenko foi condenada em março pela justiça russa a 22 anos de prisão por ter comunicado a posição de dois jornalistas russos que morreram na sequência de um tiro de morteiro.

À chegada a Kiev, a heroína nacional afirmou estar disposta a arriscar novamente a vida num campo de batalha e que vai fazer o que lhe for possível para que todos os prisioneiros ucranianos sejam libertados.

A piloto de 35 anos tinha a mãe e a irmã à espera no aeroporto. Em seguida, Nadiya Shavchenko foi recebida por Poro Poroshenko no palácio presidencial.

O chefe de Estado esclareceu que a troca de prisioneiros estava a ser negociada há vários meses e sentenciou que “da mesma forma que trouxemos Nadiya de volta, também vamos trazer o Dombass e a Crimeia de regresso à soberania da Ucrânia”.

A guerra secessionista no leste do país dura há dois anos e fez cerca de 9.300 mortos e um milhão e meio de deslocados. Kiev e o Ocidente acusam Moscovo de apoiar militarmente os separatistas. A Rússia rejeita a acusação.