Última hora

Áustria: Ministério do Interior investiga "irregularidades" nas presidenciais

O ministério austríaco do Interior vai abrir um inquérito para apurar “irregularidades” em quatro localidades, durante as eleições presidenciais de…

Em leitura:

Áustria: Ministério do Interior investiga "irregularidades" nas presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

O ministério austríaco do Interior vai abrir um inquérito para apurar “irregularidades” em quatro localidades, durante as eleições presidenciais de domingo.

allviews Created with Sketch. Point of view

"O resultado democrático tem de ser respeitado. As suspeitas serão verificadas por advogados e por pessoas independentes."

Heinz Christian Strache Líder do Partido da Liberdade

De acordo com o governo de Viena, a investigação não coloca em causa o resultado que deu a vitória ao ecologista Alexander Van-der Bellen.

Norbert Hofer, do Partido Liberal de extrema-direita, assumiu a derrota e afirma que apesar das suspeitas o resultado eleitoral tem de ser acatado.

Uma opinião partilhada pelo líder do Partido da Liberdade, Heinz Christian Strache. “O resultado democrático tem de ser respeitado. Há muitas suspeitas das pessoas… Estas serão verificadas por advogados e por pessoas independentes. Temos que avaliar isso… As pessoas não gostam disto. Elas querem confiar na democracia e no devido processo”, assegura.

De acordo com o ministério do Interior, não há indício de fraude eleitoral. As autoridades vão investigar “irregularidades” na contagem dos votos por correspondência.

De acordo com informações veiculadas pelos media austríacos, alguns centros de eleitorais iniciaram a contagem destes votos, no domingo, sem a presença de membros da Comissão Eleitoral.

Alexander Van-der Bellen venceu as eleições presidenciais de domingo com 50,3% dos votos.