Última hora

Em leitura:

Obama em visita histórica a Hiroshima

mundo

Obama em visita histórica a Hiroshima

Publicidade

Barack Obama estará esta sexta-feira em Hiroshima, naquela que será a primeira visita de um presidente norte-americano em funções desde que a cidade japonesa foi devastada, em 1945, por uma bomba nuclear lançada pelos Estados Unidos.

Se a maioria dos residentes são a favor da visita, dezenas de japoneses manifestaram esta quinta-feira o desagrado. Um deles dizia que “é claro” que Obama “não vai pedir desculpas, porque se o fizesse os Estados Unidos não poderiam voltar a recorrer a uma arma nuclear e ele quer deixar em aberto essa possibilidade”.

Mas o presidente norte-americano já disse que um dos principais objetivos da deslocação é chamar a atenção para os “riscos muitos reais” do armamento nuclear.

Obama afirmou que a visita “não serve apenas para lembrar o balanço terrível da Segunda Guerra Mundial e a morte de inocentes através de vários continentes, mas também para que todos se lembrem que o trabalho não está concluído”.

Para os sobreviventes da bomba de Hiroshima, responsável por 80.000 mortes diretas e milhares de outras indiretas, o importante não é um pedido de perdão de Obama, mas o fim dos arsenais nucleares.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte